top of page

MEDIDAS (cm): 50 L x 15 P x 42 H

 

MATERIAIS: madeira cabreúva maciça e cerâmica do Vale do Jequitinhonha.

 

COLABORAÇÃO:

 

Cerâmica por Deuzani Gomes dos Santos, Coqueiro Campo, Vale do Jequitinhonha, MG, Brasil.

 

COLEÇÃO REGISTROS DO TEMPO

 

O Vale do Jequitinhonha é um ​lugar de mulheres de força e coragem, que colocam no barro suas almas e através dele descrevem suas vidas e acolhem seus sonhos. Neste lugar tão cheio de passado, de histórias e tradições, a alma enche de futuro e aprendemos a respeitar o ritmo ditado pelo tempo. Assim nasce a coleção Registros do Tempo, inspirada nas flores de cerâmica, nas pinturas rendadas das bonecas tradicionais do Vale e nas histórias das belas mulheres da região.

 

O Banco Tempo homenageia a mestra artesã D. Vitalina e é inspirado no seu banco antigo, testemunha de tantas prosas e causos mineiros. Feito em madeira maciça cabreúva, seu tampo recebe delicadas peças de cerâmica, como numa marchetaria que reproduz o efeito da pintura típica da região.

 

Patrimônio imaterial do estado de Minas Gerais, o processo de produção da cerâmica tradicional do Vale do Jequitinhonha é 100% manual, desde a extração e preparação da argila até a modelagem e pintura das peças com tintas pigmentadas por diferentes tipos de argila e pedras encontradas na região, criando características únicas que não se repetem. Tudo feito pelas mãos da artesã Deuzani Gomes dos Santos e suas filhas Marcilene e Gil, em Coqueiro Campo, uma pequena comunidade em Minas Gerais.

 

EXPOSIÇÕES:


2017 | Moldar Mudar | Museu A Casa | São Paulo, SP, Brazil

Banco Tempo

R$ 3.050,00Preço
    bottom of page