• Letters from a traveller | #14

    Onde quero deixar meu reflexo?
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Sim, faz tempo que não escrevo e tanto aconteceu desde a última carta.

    Estou de malas prontas, literalmente entre caixas e cachorros, rsrsrsrsrsrs. Esta semana mudo de São Paulo para o interior do estado, mais precisamente Jundiaí, cidade que guarda uma das últimas reservas de Mata Atlântica do Brasil, valor imensurável nos dias de hoje em que tudo está de ponta cabeça.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Liberdade

    Estamos vivendo um período de espera... esperando para saber quando poderemos nos abraçar novamente, quando as cidades reabrirão suas portas e nós voltaremos a ver sorrisos ao invés de máscaras, quando poderemos viajar livres pelo Brasil e o mundo ou apenas ficarmos em casa porque queremos estar ali.

  • Letters from a traveller | #12

    Mias próximos do que nunca!
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    No início da temporada #fiqueemcasa passei alguns dias pensando como seria. Como reorganizar a vida dentro de limites que antes não existiam, ou melhor, que não limitavam meu movimento? Como dar conta do trabalho que mal havia começado com a aldeia Kaupüna, da etnia Mehinako, no Xingu? Como eu, que digo sempre que não nasci para o mundo virtual, que amo abraçar, sentir, olhar no olho, iria conseguir perceber o mundo e as pessoas sem essa proximidade?

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    E agora?

     

    Tenho a tendência de ser sempre positiva, muito positiva, extremamente positiva, rsrsrsrs, falo isso porque por vezes já cheguei a irritar pessoas queridas, principalmente minha irmã, que costuma dizer que tenho síndrome de Pollyana, personagem de um livro que minha mãe me deu quando menina. Pollyana era filha de um pastor, perdeu a mãe muito cedo e vivia uma vida simples onde muitas vezes lhes faltava praticamente tudo, então desde pequena ela aprendeu a jogar o “Jogo do Contente”, que consistia em encontrar o lado bom de tudo o que acontecia.

  • Letters from a traveller | #10

    Do Xingu para o outro lado do oceano - Genebra e OMPI
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Nos meus sonhos mais insanos nunca imaginei que teria a oportunidade de apresentar o trabalho da Yankatu em Genebra e que ele seria tão bem recebido. Emociona ver os olhos estrangeiros brilhando e os sorrisos se abrindo ao se depararem com a riqueza artesanal do Brasil.

    O que me deixa ainda mais feliz foi que o convite para participar da exposição Empreendedorismo Social – Identidade e Saber Local veio porque a Yankatu foi enxergada como um todo, desde a relação com o artesão, à maneira como desenvolve os projetos, a qualidade e beleza das obras apresentadas e também como as relações que nascem a partir daí se mantém vivas mesmo com o passar dos anos.  Um exemplo desta continuidade está representado pelo trabalho em cerâmica da querida Deuzani, artesã do Vale do Jequitinhonha com quem trabalhei a primeira vez em 2017, e que hoje participa da Fruteira Tradições, junto com o trançado de palha da comunidade de Urucureá, que foi a base do projeto de 2019 e a inspiração para a coleção Alma-Raiz apresentada na exposição.

  • Letters from a traveller | #9

    O Xingu, os Mehinaku e Eu
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    “Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância. Faço paisagens do que sinto. Faço férias das sensações. Compreendo bem as bordadoras por mágoas e as que fazem meias porque há vida.”

    Fernando Pessoa

  • Letters from a traveller | #8

    Carimbó and Kaupuna trip
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Nossa, sabe que às vezes eu não acredito que invento tanta coisa e ainda mais que consigo dar conta de tudo! Criar e desenvolver as peças da Série Carimbó, pensar e colocar de pé a expografia, resolver comes, bebes e ainda mais bacana, um show de Carimbó. Foi corrido e estou exausta, mas também muito, muito feliz por ter conseguido alcançar o objetivo de não apenas fazer uma exposição e lançar peças que destacam o artesanato brasileiro, mas também criar um evento cultural, que transbordou alegria e identidade brasileira.

    Para você que não pode vir, espia aí um pouco do show do grupo Duo de Pau e Corda e da dançarina Cecília de Santarém, que envolveram todos os convidados com esse ritmo que parece penetrar na nossa alma.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Cartas de uma viajante | No8

    Hello!

    I already missed writing! I think this growing desire that I feel to share what I think, live and feel!
     
    Do you know that sometimes I don't believe how much I invent at the same time and that I can handle everything ?!

  • Letters from a traveller | #6

    Tudo junto e misturado
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    É tanta coisa para contar que nem sei por onde começar, aí resolvi já avisar no título que é bem possível que eu me perca e volte a me encontrar várias vezes no decorrer do texto, pois como já contei para você, não reviso o texto antes de enviar para que ele siga direto do meu coração para o seu.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
  • Letters from a traveller | #5

    Conhecimento - Kwasawá
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

     Akwawa kwasawa usému se suí.            Sei que o conhecimento saiu de mim.

    Costumamos pensar que para viajar precisamos pegar um avião, um carro, um barco ou qualquer coisa que nos faça ir de um lugar a outro, mas na verdade há diversas formas de viajarmos e elas incluem viagens para o passado, para dentro de nós mesmos, através de livros e afins. Esse conhecimento adquirido nas nossas viagens, sejam elas quais forem, são nossos, só nossos, pois cada um de nós viaja de uma forma, sente de uma forma, enxerga de uma forma.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Arte e Artesanato - Alma-Raiz e o trançado de palha de tucumã
    Liberdade e leveza são duas constantes na minha vida, das quais não abro mão. Amadurecer não é simples, mas chegar aos 50 anos tem muitos pontos positivos, com certeza, e acredito que esse seja um deles.
  • Letters from a traveller | #3

    Urucureá + Alma-raíz
    Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Olá, como está tudo por aí?

    Aqui estou na contagem regressiva para o lançamento da próxima coleção, em agosto. É preciso verificar tantos detalhes que às vezes a gente se perde! Esta semana eu precisava escrever sobre as peças e foi aí que parei para olhar para trás e refazer o percurso que se iniciou em julho do ano passado, quando precisava desesperadamente de férias e resolvi ir para a Amazônia, que é o lugar onde me reencontro e me fortaleço.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Nossa, faz praticamente um mês que escrevi minha primeira carta para vocês! Preciso dizer que fiquei muito, muito feliz com as respostas que recebi, cheias de carinho e vontade de ouvir mais histórias. Eu tive que me conter para não sair escrevendo imediatamente :)

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Arte e Artesanato - Tear e Cerâmica Huni Kuim (Aldeia Boa Vista / Acre)

    A tecelagem é algo que me encanta, então vocês podem imaginar como fiquei boquiaberta ao presenciar in loco o tradicional tear Huni Kuin bem no coração da Floresta Amazônica.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Daniela Karam
  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Uau, foi só piscar e já estamos praticamente na metade de 2019! Interessante pensar que essa frase é uma recorrente, entra ano e sai ano, sempre achamos que ele passou rápido e não fizemos um monte de coisas. Por isso que este ano iniciei pensando “que história gostaria de contar”, assim essa percepção torna-se mais leve, pois mesmo que a história não tenha sido exatamente a que planejamos, houve uma história com certeza, e com ela colheremos frutos e inspiraremos alguém.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Maria Helena Emediato
  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Marcelo Oséas e o Tingimento Natural
  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Viagem - Alter do Chão

    Num misto de férias com trabalho, quando fui conhecer Urucureá, em julho, optei por me hospedar em Alter do Chão, que fica a aproximadamente duas horas de barco de lá. Sou apaixonada por viagens e gosto de me hospedar em lugares mais aconchegantes, onde somos vistos como pessoas e não apenas como hóspedes, sabe?

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Zana Maria

    Puro encanto!

    Seu trabalho vai além do fuxico, é fuxico enquanto partícula, é arte e alma.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Sergio Cabral

    Pois é… quem o conhece sempre o descreve como uma pessoa totalmente livre de padrões, fora da caixa, surpreendente, inesperado e por aí afora, então eu resolvi olhá-lo de outra forma e descobri ali uma pessoa doce e sensível...

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Clarice Borian

    Clarice Borian, alma livre! Acho essa uma das melhores definições para esta pessoa tão especial.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Marcelo Oséas

    Marcelo Oséas, fotógrafo de alma sensível, que capta muito mais que imagens com suas lentes. Seu olhar vai além, encontra o ser humano por trás da imagem, a emoção por trás do momento, a verdade por trás do contexto.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Impossível não ser contagiado pelo sorriso e espontaneidade do mestre artesão escultor Expedito Jonas de Jesus. Expedito faz parecer fácil criar esculturas belíssimas em pedra sabão sem nem ao menos fazer um desenho antes. Para ele é simples assim: passa um tempo olhando para a pedra até que ele enxergue, dentro dela, aquilo que ela quer ser, depois usa apenas seu formão para retirar os fragmentos que não lhe pertencem e tirar dela mulheres voluptuosas, querubins, flores, leões, elefantes e o que mais sua sensibilidade sugerir.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    D. Lilia Fonseca foi a responsável por resgatar uma antiga tradição de Tiradentes (MG) que estava quase desaparecendo, o ato de se colocar uma cruz nas portas das casas para serem abençoadas na passagem do dia 3 de maio, quando a Igreja Católica relembra e celebra o dia em que Santa Helena encontrou a Santa Cruz de Cristo.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    A mesa posta com pães de queijo, broas e pudins, o aroma de café passado na hora, o som das conversas alegres, as mãos hábeis que bordavam desenhos coloridos sobre os tecidos brancos, foi assim que conheci D. Maria Conceição de Paula, a D. Maria, que coordena, com sua fala doce, um grupo de mulheres bordadeiras - as Artistas do Bairro.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Waguinho e o latão

    Waguinho, Wagner Trindade e filho do Muchacha, é uma das pessoas mais intensas que já conheci. Intenso no bom sentido, sua ansiedade vem da vontade de aprender e apreender tudo que for possível. Foi assim durante as imersões da 1ª Semana Criativa de Tiradentes em 2017, quando o conheci, e é assim até hoje. Cada vez que o encontro ele está me aguardando cheio de novidades para mostrar, para ouvir opiniões, para trocar, para compartilhar.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Tiradentes guarda um pedaço da nossa história, passear por suas ruas de pedras é como deslizar pelas páginas de um livro, principalmente ao amanhecer quando os carros ainda não adentraram o centro e nos encontramos praticamente sozinhos cercados pela serra de São José e um conjunto arquitetônico de tirar o fôlego, tombado pelo SPHAN (Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Grandes parceiros: Zolt e Casa Costillas
  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Casa com Alma Brasileira
  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Deuzani, a poetiza do Vale do Jequitinhonha

    Eu e a Deuzani estamos indo para Nova York! Não poderíamos imaginar que isso fosse acontecer quando nos conhecemos. Quem diria que aquele abraço apertado seria o início de uma parceria incrível e uma amizade para a vida.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    A Arte da Talha

    Rondinelly Santos (foto por João Bertholini), mais conhecido como Nelinho, transforma a madeira em arte através de suas mãos.

    Utilizando goivas e formões cria volutas, gavinhas de folhas de acanto e grinaldas de flores com uma facilidade de nos fazer perder o fôlego. Tive a oportunidade de conhecê-lo durante as imersões da PRIMEIRA SEMANA CRIATIVA DE TIRADENTES (Minas Gerais, 2017), e não larguei mais!

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Encontros - Simone Quintas

    Ao longo dos últimos anos percebi que quanto mais a gente encontra sentido no que faz, mais encontramos pessoas maravilhosas pelo caminho que partilham conosco dos mesmos sonhos e ideais.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Agora que já contei para vocês o que considero uma casa com alma e mostrei para vocês alguns projetos meus onde levo isso muito a sério, resolvi falar um pouco sobre lugares onde busco me conectar com a natureza para recarregar minhas energias, não são apenas fontes de inspiração para coleções da Yankatu mas também para minha vida e achei que valeria a pena compartilhar com vocês.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Design, arte, artesanato e emoção

    Queria mostrar para vocês mais uma casa com muita alma, onde o importante era que a decoração fizesse sentido para os moradores e cada detalhe tivesse uma história para contar.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

    Uma das coisas que gosto no meu trabalho é que para realizá-lo é preciso haver empatia, seja com o cliente, seja com o artesão (e no meu caso com os fornecedores também!). Este tipo de relação faz com que se criem laços de confiança e amizade que levo comigo vida afora, por isso que vocês podem notar que neste projeto há uma boneca e um baú iguais aos do sótão do post anterior.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    O Sótão encantado da Gabi

    Um projeto pelo qual até hoje sou apaixonada foi o de um sótão que acabou virando matéria na Casa Cláudia em Dezembro de 2006 pelo olhar de Mayra Navarro, e pelas palavras de Regina Galvão “ O sótão encantado da Gabi”.

    A cliente queria trazer um pouco de sua cidade natal, Recife para a casa onde morava em São Paulo sem gastar muito. O espaço antes ocupado por um boiler e uma caixa-d’água deu lugar a um salão onde a Gabi, filha do casal, brincava sem parar, e onde a família hospedava as visitas.

  • Maria Fernanda Paes de Barros Penteado by Maria Fernanda Paes de Barros Penteado
    Home with soul
    Home with soul

    Hoje percebo que a importância da alma, dessa transparência e dessa vontade de ser quem realmente somos, sempre foi uma constante no meu trabalho e na minha vida.