Deuzani, a poetiza do Vale do Jequitinhonha

Maio 1, 2018
Deuzani, a poetiza do Vale do Jequitinhonha

Eu e a Deuzani estamos indo para Nova York! Não poderíamos imaginar que isso fosse acontecer quando nos conhecemos. Quem diria que aquele abraço apertado seria o início de uma parceria incrível e uma amizade para a vida.

Deuzani Gomes dos Santos é uma dessas mulheres especiais, artesã do Vale do Jequitinhonha com uma visão de mundo mais clara do que muitas das pessoas que vivem nas grandes metrópoles. Além de criar peças em cerâmica utilizando técnicas tradicionais que tiveram origem com as mulheres indígenas, ela vai para roça, cuida da casa, da família, recebe hóspedes através do turismo solidário e ainda escreve poesias que têm uma força e uma profundidade que tocam a alma.

Nos conhecemos em julho de 2016 mas foi em janeiro de 2017, quando fiquei hospedada com ela, que realmente nos encontramos. Ali, hospedada em sua casa, percebendo sua vida e sua garra, que nasceu a coleção Registros do Tempo. Cada peça leva consigo um pouco da Deuzani, seja através da cerâmica, seja na inspiração. Sua calma para enfrentar as dificuldades da vida me ensinou a olhar o tempo de outra forma, a entende-lo e respeitá-lo.

Foi com a ajuda e carinho da Dê que criei a Luminária Ni de mesa, uma das peças que acredito que melhor resuma o que amo fazer: jogar luz no trabalho encantador dos artesãos brasileiros. Esta luminária destaca a pintura feita com a última pena da asa da galinha (que precisa cair naturalmente!), utilizando tintas extraídas do próprio barro e minérios da região. Algo único e delicado, que só é feito lá, no Vale do Jequitinhonha.

Estas peças agora ganham o mundo. Elas participarão da exposição Unknown Territories, onde a curadoria da Design Pier, de Hong Kong, selecionou designers que que trouxessem de alguma forma para as suas peças as tradições culturais e o contexto social de seu país. Uma grande honra para mim poder, através das peças da Yankatu, apresentar o trabalho da Deuzani representando todas estas mulheres artesãs maravilhosas que moldando o barro conseguiram mudar suas vidas.
 
Com a permissão da Dê, reproduzo agora uma de suas poesias. Tenho certeza que quando terminarem de lê-la vocês também estarão encantados com ela.
 
A MULHER
 
Poesia de Deuzani Gomes dos Santos – 01/05/1996
 
Mulher é mais que se pensa
É arte de Deus, é amor
Mulher é braço forte da nação
É orgulho dos que sabem dar valor
Mulher é a luz do lar
É distribuidora de afeto e calor
Mulher é cheia de harmonia
De segredos que só elas tem
É portadora das mais belas fontes
Que jorram amor como ninguém
Que no decorrer do dia-a-dia
Passa o tempo plantando o bem
 
Mulher solteira, mulher mãe
Trabalhadora organizada
Que luta pela família
Que ainda é escravizada
Resistente desse vale
Pelas dores carregada
 
Mulher linda, alma transparente
No seu rosto a esperança
Mulher negra, de alma branca
No trabalho uma fera
Na sociedade poucas vagas
Na política, quem me dera
 
Quero ver a mulherada
De mãos dadas, uma corrente
Lutando por seus direitos
Mudando passos para pra frente
Ainda chegamos lá
De ver mulher presidente
 
Se unirmos nossas forças
Com certeza no futuro
Teremos pros nossos filhos
Um pais bem mais seguro
Que a nossa sociedade
Colham frutos bem maduros
Mulher levante a cabeça
Sacode a poeira e vem
Entra na roda com a gente
Você é importante também
Saia da sua tarefa
O tempo não espera ninguém...

About the author

Yankatu - Design + Art with Brazilian soul

Maria Fernanda Paes de Barros Penteado

Add a comment